Páginas

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Aprendendo Modelagem

Pedido de: Elenice Oliveira
Estou escrevendo para agradecer as instruções. Fiz três vestidos e uma saia calça godê conforme os passos do livro. Ficaram ótimos. Não precisaram de ajustes. Fiz também a calça semibag, conforme instruções. Ficou novamente ótima, "não precisando de ajustes". Tenho seguido as instruções do livro e tudo fica perfeito, já apareceram varias pessoas me procurando para costurar, mas aindas fico com um pouco de medo, além de perceber que as costureiras estão escassas no mercado. Depois que me aposentei, procurei aqui em Jundiaí, cursos de costura, mas não gostei de nenhum. Queria aprender a costurar, para eu mesma fazer os moldes sem precisar de moldes prontos. Foi dificil aprender a ler seu livro, mas agora, já está bem facíl. Ainda não tenho o material de apoio, mas tenho uma regua francesa pequena com a qual faço as cavas e outras curvas pequenas. Assim que puder vou adquirir o livro de saias e o material de apoio. Tudo isso agradeço a Deus e a vocês, que têm me ajudado muito. Neste momento estou precisando fazer alguns vestidos de dança: corpo em corselete com manga bufante curta. O vestido é quase igual ao que você postou no blog, com a saia franzida, tipo vestido de noiva. Nunca costurei um corselete. Gostaria que me ajudassem com dicas, além de dar os passos da saia bem bufante. Deus Abençoe! 

Resposta: Construa a saia conforme o livro Saias, pág. 105 e 106. Use o comprimento da saia pronta da (fig.2, pág. 102). Ao costurar use o comprimento como cintura costurando no corselete. Dessa forma a saia fica bem bufante na cintura e menos rodada na bainha. Muitas vezes ao invés de postar os passos da modelagem eu levo o leitor a consultar os livros e construir sozinho a modelagem. Um único modelo geralmente é composto por vários exercícios de modelagem. O primeiro passo para modelar é juntar as bases blusa com ou sem tranferência de pence (depende do modelo), com as bases saia. Sobre a junção das bases, blusa e saia, tem-se o contorno do corpo. Após o contorno do corpo definido e a contrução das bases feitas nas medidas da tabela ou nas medidas pessoais, acrescenta-se a folga em toda a lateral. Eis que surge a silhueta do modelo. A partir da silhueta pronta o modelo pode ser: decotado, cavado, pregueado, drapeado, transpassado... Outra opção é construir o modelo desejado de blusa e o modelo desejado de saia para só então juntar a parte de cima (blusa) com a parte de baixo (saia) deixando a junção saia e blusa em perfeita harmonia.

Exemplo de Modelagem 

 
        Modelo    
                                                                                           Fig. 1 

1- Fazer a modelagem da saia envelope, livro MIB, pág. 168 e 169 ou livro SAIAS, pág. 84 e 85.
 

2- Colar o molde frente da saia envelope, sobre outro papel. Estender a linha do C.F. (Centro Frente) da cintura para cima.

3- Apoiar a base da frente da blusa, nivelando pelo ponto centro frente / cintura do molde da saia envelope.

4- Traçar a base frente da blusa, transferindo a pence para a lateral o tanto quanto for necessário, até que sobre na cintura a mesma largura da pence da saia, deixando as pences niveladas.

5- Fazer sobre a base frente, já encaixada no molde da saia envelope, o exercício do livro MIB, pág. 98. Leve o ponto D - do livro- até o transpasse da saia.

Obs: a linha do decote B/D pode ser curva.

6 - Costas do vestido - Apoiar a base das costas da blusa, sobre a base das costas da saia.

7- Se desejar: dê folga nas laterais, modifique o comprimento as cavas e os ombros... 


Moldes Prontos